domingo, 30 de junho de 2013

8 Questões que você pode colocar numa entrevista




Numa entrevista de emprego comum, quem toma as rédeas de a conduzir é o recrutador. Ele fará as perguntas e você responde, mas vai chegar uma altura em que os papéis invertem-se.

Quando estiver perto do final de uma entrevista de emprego, é normal o recrutador questionar-lhe o que acha do posto a que está a concorrer ou da empresa. É nesta altura que você tem de mostrar que estudou muito bem o posto em questão e a empresa.


Na mesma altura o recrutador pode ou não optar por perguntar-lhe se tem alguma dúvida ou questão a colocar, e aí os papéis invertem-se e é altura de você sobressair. Seguem 8 perguntas que você não deve ter receio de questionar ao recrutador.


1) Como descreve um dia/semana de trabalho nesta função?
Você pretende saber como é preenchido um dia ou semana de trabalho na função à qual se candidata.

2) Quantas pessoas trabalham neste departamento/escritório?
Você pretende saber de que tamanho é a equipa com a qual poderá vir a trabalhar.

3) Quantas deslocações/viagens necessito fazer? (Caso a função inclua deslocações)
Você pretende saber quantos dias ou horas vai estar ausente em viagens ou deslocações.

4) Existem perspectivas de deslocalização num futuro próximo?
Você pretende saber se a empresa pretende deslocalizar a função para outra localidade.

5) Numa semanal normal de trabalho será necessário fazer horas extras?
Você pretende saber se a função requer horas suplementares de dedicação numa semana normal de trabalho.

6) Existem perspetivas de progressão de carreira?
Você pretende saber se o posto tem progressão para uma função superior consoante os níveis de produtividade e empenho.

7) Se eu for escolhido(a) para o posto, quando posso começar a trabalhar?
Você pretende saber quanto tempo demorará a finalizar o processo de entrevistas e a data de início na função caso seja o(a) escolhido(a).

8) Existe mais alguma questão que eu posso esclarecer?
Você pretende saber se existe interesse da parte do recrutador em esclarecer mais algum especto da sua candidatura ou relacionado com o seu Curriculum Vitae.

http://blog.ofertas-emprego.com

sábado, 29 de junho de 2013

8 Perguntas que nunca deve fazer numa entrevista


Numa entrevista de emprego o mais natural é ser o recrutador a fazer as perguntas e você a responder, no entanto por norma no final das entrevistas o recrutador pergunta sempre se você não tem dúvidas ou questões a colocar sobre a empresa ou o posto em aberto. Nesta situação o recrutador procura obter informações sobre as suas impressões e conhecimentos sobre o posto e a empresa, e é nesta altura que você tem de mostrar trabalho de casa.

Conforme existem questões que você pode colocar numa entrevista, existem aquelas que você nunca deve colocar, não só porque a entrevista está perto do final e a última impressão conta muito, mas também porque poderá revelar outra personalidade que não aquela que foi demonstrada durante grande parte da entrevista.

Tome nota de 8 questões que nunca deve colocar numa entrevista:

1) Não questione sobre o salário.
Se o fizer vai demonstrar que se preocupa apenas consigo próprio e o seu bem-estar, ao invés de se preocupar com o posto ou a empresa.

2) Não questione o que a empresa faz.
Se o fizer vai demonstrar que não o fez o seu trabalho de casa e isso impressiona negativamente quem o está a entrevistar.

3) Não questione sobre formação interna.
Se o fizer vai demonstrar que não tem formação suficiente para o cargo. Preocupe-se em demonstrar as suas qualificações.

4) Não questione o ambiente de trabalho.
Se o fizer vai demonstrar que teve problemas de relacionamento numa experiência anterior.

5) Não questione sobre os tempos mortos ou intervalos.
Se o fizer vai demonstrar que se preocupa mais com o descanso e o lazer do que propriamente o trabalho em si.

6) Não questione se pode trabalhar a partir de casa.
Se o fizer vai demonstrar que tem pouca vontade de sair de casa para ir trabalhar.

7) Não questione sobre férias.
Se o fizer vai demonstrar que prefere marcar já as férias antes de ser contratado. O mais certo é continuar desempregado para poder gozar férias quando quiser.

8) Não questione sobre nada.
Se o fizer vai demonstrar que para si tanto faz ser contratado ou não, preocupe-se em demonstrar interesse na posição, conhecimento sobre a empresa e vontade de agarrar a oportunidade.´


http://blog.ofertas-emprego.com

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Ficha de Trabalho - Estou preparado para uma entrevista?



Download -  Ficha de Trabalho - Estou preparado para uma entrevista?

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Quer impressionar numa entrevista de emprego? Veja como



A primeira fase já está. Enviou o currículo e foi chamado para uma entrevista de emprego. Vá confiante acima de tudo. Mostrar confiança faz metade do trabalho – afinal, você precisa do emprego, mas eles precisam mais de si.
Se ainda assim sente que a confiança não chega, basta seguir estas dicas:

• Treine em casa. Escreva num papel os seus pontos fortes e fracos, ensaie com outra pessoa, ensaie junto ao espelho. Mas não abuse, ou vai parecer que leva o discurso gravado.

• No dia da entrevista, leve uma cópia do currículo para o entrevistador. Apesar de o seleccionador já o ter lido, podem surgir sempre perguntas pertinentes a partir das suas actividades anteriores.

• Prepare-se para responder porque é que é o candidato ideal para a vaga.

• Escolha a roupa que vai levar um dia antes. Conforto acima de tudo, mas deixe as sapatilhas e os decotes em casa. Vista-se como se fosse para um encontro, mas não como se fosse para um jantar de gala.

• Estude o caminho até ao local da entrevista para evitar atrasos.

• Tenha uma boa noite de sono na véspera e saia de casa com antecedência.

• Não minta durante a entrevista. Não se esqueça que a mentira tem a perna curta e que o seleccionador descobrirá, mais cedo ou mais tarde.

• Não caia no erro de falar mal das empresas com quem trabalhou anteriormente.

• Seja claro e conciso sem ser monossilábico, não dê respostas longas demais e – por favor! – não interrompa o entrevistador.

• Entrevistas de trabalho durante o almoço num restaurante são uma óptima forma do seleccionador observar como se comporta fora do ambiente de trabalho. No entanto, há regras que deve seguir para deixar uma boa impressão. Uma delas é abster-se de beber em excesso. O seleccionador vai ficar com a ideia que este é o seu comportamento habitual quando submetido a uma situação de stress. Evite refeições que o podem deixar embaraçado, como esparguete ou qualquer coisa que o obrigue a mastigar durante muito tempo. Está numa entrevista, não numa refeição – coma uma barra de cereais antes.

• Observe como o entrevistador se comporta consigo. É um indicador de como será trabalhar com ele e, de modo geral, dentro da empresa.

• Não se esqueça: mesmo que seja seleccionado, a última palavra é sua.


http://blog.ofertas-emprego.com

quarta-feira, 26 de junho de 2013

terça-feira, 25 de junho de 2013

10 Coisas que um recrutador vai procurar em si




Agradar a um recrutador é das tarefas mais difíceis de executar, não só porque ele normalmente possui uma vasta experiência, mas também porque existe uma grande carga emocional e de responsabilidade sobre si. Se você preparar a sua entrevista de antemão cuidadosamente, a probabilidade de ser apanhado desprevenido é menor, por isso tome nota de algumas coisas que o recrutador procurará em si.


1) Presença
A ansiedade e nervosismo não conjugam com recrutamento, tente apresentar-se o mais descontraído possível, com o seu ego lá em cima e com uma postura determinada.

2) Arrogância
Mesmo que você seja uma pessoa com vasta experiência e créditos reconhecidos, ao enveredar por um caminho de superioridade e arrogância só vai fazer com que não seja o escolhido. Responda a todas as questões educadamente e sem demonstrar uma postura irredutível.

3) Comunicação
Responder a todas as questões, mesmo aquelas às quais não estamos tão familiarizados ou seguros, é um passo importante para que o recrutador possa avaliar o nosso perfil. Se o recrutador sentir que você não responde às questões diretamente e anda a vaguear de pergunta em pergunta, você é automaticamente excluído do juízo final.

4) Sucinto
Este ponto está relacionado com o ponto número 3, responda sem rodeios às questões que lhe são colocadas sem abusar dos detalhes, a não ser que lhe seja solicitado. O recrutador não pretende por exemplo: saber se você tem conhecimento técnico e detalhado sobre as peças que compõem uma máquina, apenas se você sabe trabalhar com ela e o que pode fazer com ela.

5) Atitude
Este aspeto é fundamental para o recrutador, não só porque permite avaliar a sua atitude perante a vida, mas também nos relacionamentos nomeadamente com futuros clientes ou colegas de trabalho. Um bom ambiente numa empresa é fundamental, logo o recrutador tentará encontrar uma pessoa que tenha uma atitude pacífica, afável e comunicativa.

6) Primeira impressão
Como acontece numa publicidade, se ela cativar o primeiro olhar ela irá captar a atenção e depois a compra. Numa entrevista de emprego acontece exatamente o mesmo, se você entrar descontraído, simpático e comunicativo, irá causar um impacto simpático que agrada ao recrutador. Se esse passo for conseguido, o desenrolar da entrevista decorrerá num ambiente menos pesado e mais amigável.

7) Controlo
Candidatos mais experientes têm a particularidade de conseguir algum controlo sobre a entrevista, mesmo não estando por cima do recrutador. Este controlo momentâneo permite “arrancar” informação preciosa ao recrutador para que consiga apresentar melhor os seus pontos de vista. Não abuse do controlo para que o recrutador não o considere possessivo ou manipulador.

8) Auto-controlo
Saber controlar os seus impulsos, receios e nervosismo é fundamental para ser bem-sucedido numa entrevista de emprego. Para que isso aconteça é necessário que você consiga controlar as suas emoções, e muito desse trabalho deverá ser feito numa preparação antes da entrevista com amigos ou familiares.

9) Iniciativa e liderança
Para alguns cargos de nível superior, o recrutador irá ter em atenção as suas capacidades de iniciativa e liderança. Em muitos casos estes 2 fatores são preponderantes na escolha do candidato.

10) Qualificações
Este ponto é comum a todas as entrevistas, e você já deveria saber.


http://blog.ofertas-emprego.com

segunda-feira, 24 de junho de 2013

domingo, 23 de junho de 2013

Powerpoint sobre Técnicas de Entrevista


DownloadPowerpoint sobre Técnicas de Entrevista

sábado, 22 de junho de 2013

quarta-feira, 19 de junho de 2013

domingo, 16 de junho de 2013

Modelo Europeu de Curriculum Vitae

sábado, 15 de junho de 2013

Emprego de A a Z: A temível entrevista de seleção

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Emprego de A a Z: R de relacionamento

quarta-feira, 12 de junho de 2013

terça-feira, 11 de junho de 2013

Emprego de A a Z: F de Formação

segunda-feira, 10 de junho de 2013

sábado, 8 de junho de 2013

Fazer um Curriculum Vitae Modelo Europeu

O CV é o primeiro contacto e também o primeiro impacto que o empregador tem de si. Com o CV vai poder apresentar um pouco das suas qualidades pessoais e a sua transição escolar e profissional.
Para poder obter uma entrevista e quem sabe o emprego desejado, deve focar-se em captar a atenção e o interesse do empregador através de um Curriculum Vitae breve e coerente desde o seu início.
O seu CV deve seguir o Modelo Europeu não excedendo 2 a 3 páginas. Ao realizar o seu CV deve realçar o que realmente é importante em relação ao cargo que procura, e realçar também as suas qualidades pessoais.
No momento da elaboração do seu CV deve apagar os parâmetros que não incluem conteúdo e não deve acrescentar factos que não sejam reais, pois poderá cair em descrédito aquando da entrevista. Deverá elaborar o mesmo em computador excepto se o empregador exigir o contrário, e a sua impressão deverá ser feita em papel branco. O tipo de letra que deverá adoptar deve ser simples e com um tamanho suficientemente legível, não sendo exageradamente grande.
O seu CV deverá ser claro, breve e com frases curtas, concentrando-se nos elementos importantes de formação e experiência profissional. Não é obrigatório a inclusão de fotografia, mas achamos que deverá inclui-la, até para criar um aspecto mais profissional e cuidado.
Na conclusão da elaboração do seu Curriculum Vitae Europeu deverá rectificar o mesmo para que possa identificar possíveis erros orográficos e assim corrigi-los atempadamente. Sugerimos também que o partilhe o seu Curriculum Vitae Europeu com uma terceira pessoa (familiar ou amigo) para que possa saber se de facto ele está cativante, breve e claro.
Juntamente com o seu Curriculum Vitae poderá acompanhar uma Carta de Apresentação manuscrita, que poderá utilizar numa candidatura a um anúncio de emprego de jornal ou mesmo numa candidatura espontânea.

Poderá criar um Curriculum Online Grátis aqui:

ou

Crie o seu Curriculum Vitae Modelo Europeu grátis aqui:

quinta-feira, 6 de junho de 2013

Powerpoint - Dicas para elaborar um currículo



Download -  Powerpoint - Dicas para elaborar um currículo

terça-feira, 4 de junho de 2013

Modelo Europeu de Curriculum Vitae



Download -  Modelo Europeu de Curriculum Vitae

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Instruções para utilização do Curriculum Vitae Europass


domingo, 2 de junho de 2013

Modelo Europeu de Curriculum Vitae


Download - Modelo Europeu de Curriculum Vitae

sábado, 1 de junho de 2013

Powerpoint sobre como escrever um bom CV


Download -  Powerpoint sobre como escrever um bom CV

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos